Breaking News
Home / CULTURA / O PADRINHO DE UM CANDIDATO A APRENDIZ MAÇOM

O PADRINHO DE UM CANDIDATO A APRENDIZ MAÇOM

O nome de um candidato não surge apenas de uma vontade profana, mas de uma “predestinação divina.”

Padrinho significa protetor, patrono. 

Candidato tem como raiz o significado “Cândido”, ou seja; que tem alma cândida, caracterizado pela candura. Em sentido figurado: ingênuo, inocente, puro.

O Aprendiz MaçomPara poder ser candidato, urge que concorram na pessoa do interessado, estes requisistos principais: crer na existência de um princípio criador; ser homem livre e de bons costumes; ser consciente de seus deveres para com a pátria, seus semelhantes e consigo mesmo; ter uma profissão ou ofício lícito e hornado que permita prover as suas necessidades pessoais, de sua famíia e a sustentanção das obras da instituição; ser convidado por um maçom e aprovado pelos demais.

Conhecer bem o candidato a Aprendiz compete ao Padrinho, assim como, necessário se faz conhecer a família do candidato. Quando se inicia na Ordem Maçônica, também tem ingresso sua esposa e seus filhos e demais familiares, razão pela qual, é de suma importância a participação efetiva de todos os membros da família, para a realização dos mais diversos atos, tais como solenidades festivas, Ordem DeMolays, Filhas de Jó, movimentos caritativos e etc.
A grande responsabilidade do Padrinho consiste no dever de discernir e pinçar no seio da sociedade o candidato que já tenha os atributos essenciais de um Maçom. Um profano só deve ser convidado a ingressar na Maçonaria, quando ele demonstre, sem sombra de dúvidas, interesse para isso e quando sua esposa, se casado for, não apresente qualquer má vontade.
O nome de um candidato não surge apenas de uma vontade profana, mas de uma “predestinação divina.” É o GADU que passa às mãos de um Maçom a incumbência, e, o Irmão deve assumir os encargos que advém: se fazer presente na trajetória maçônica do Afilhado e na formação filosófica para que este possa alcançar os mais elevados graus dentro da Sublime Arte Real.

Na verdade, o Padrinho tem papel fundamental e é o exemplo de Mestre Maçom a ser seguido. Após a Cerimônia de Iniciação, o Padrinho tem a missão de fortalecer o entusiasmo e o dinamismo do seu Afilhado, levando-o ao entendimento de todo o simbolismo: a morte do homem profano e o nascimento do Maçom.

O que se obtém sendo Maçom: a posssibilidade de aperfeiçoar-se, instruir-se, disciplinar-se, de conviver com pessoas que por suas palavras e obras podem constituir-se em exemplos, de encontrar afetos fraternais em qualquer lugar do mundo, de ter a enorme satisfação de haver contribuído, mesmo em pequena parcela, para a obra moral e grandiosa do desenvolvimento humano.

Imprimir

About Jefferson Ryan

Check Also

Num universo vasto e misterioso, somos confrontados com perguntas que ecoam através dos séculos: Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos?

Por: Edson Jaworski, Venerável Mestre da ARGBLS Geraldo Lima n.º 24 Em meio às complexidades …