Home / DESTAQUE / O comandante no timão por + 4 anos em Rondônia

O comandante no timão por + 4 anos em Rondônia

Bolsonaro influenciou a decisão da maioria dos eleitores a votar no Coronel Marcos Rocha no pleito eleitoral de 2018?

A resposta parece-nos óbvia, mas não é. Primeiramente, o atual Governador teve que traçar um caminho tortuoso para conseguir chegar ao segundo round da luta pela cadeira de mandatário maior do Estado, com adversários desleais que o atacaram de todos os flancos do tabuleiro. Vale a pena lembrar que o PRTB que marchava com o PSL no contexto nacional, aqui em Rondônia montou chapa ao Governo e passou a atacar a sua candidatura com todas as forças. Uma das maiores lideranças políticas do Estado que poderia ter sido eleito Governador, Expedito Junior, ficou a ver navios e mais uma vez entregaram o comando a um outro comandante, que soube navegar no mar tempestuoso do Governo Bolsonaro. Felizmente, o desconhecido comandante soube bem honrar sua patente e conduziu até agora a frota do Estado com muita competência e respeito. Exemplificando: Quando o governo Federal defendia o retorno às aulas presenciais na contramão do que dizia a OMS, o Governador Marcos Rocha não seguiu Brasília e determinou ao secretário de Estado da Educação de Rondônia, Swamy Vivecananda Lacerda de Abreu, que movimentasse o seu quadro técnico na SEDUC para fazer chegar aos professores os meios possíveis para ministrar aulas online, o que de fato ocorreu. Particularmente, penso que o Governador deve ser reeleito. É um estadista e como tal tem uma visão alongada e saberá conduzir a esquadra do Estado por mais quatro anos a um porto seguro. Tenho dito! 

Imprimir

About Jefferson Rian

Check Also

Não espanta que Gregório de Matos, o boca do inferno, tenha sido deportado para Angola

Gregório de Matos compunha com muita facilidade e seus poemas se tornavam muito populares, já …